Dupla suspeita de cometer furtos em ônibus e estações de Curitiba é presa

Uma operação conjunta entre policiais da Delegacia de Furtos e Roubos (DFR), da Guarda Municipal de Curitiba e equipes de fiscalização da Urbanização de Curitiba S/A (Urbs), culminou na prisão de dois suspeitos de praticar furtos no interior das estações tubo e dos ônibus coletivos da região central de Curitiba. Um homem, de 49 anos, e outro, de 44, foram flagrados logo após retirar a carteira da bolsa de uma vítima, de 58 anos. Um outro homem acabou preso por furar a catraca.

Além de 10 investigadores, a ação, coordenada pela DFR, contou com o apoio de 14 homens uniformizados e outros seis à paisana da GM. De acordo com o delegado-titular da DFR, Matheus Laiola, o objetivo da operação é inibir os crimes de furto registrados no sistema de transporte coletivo da capital.

“Foram realizados trabalhos de investigação para identificar alguns possíveis punguistas. Na sequência, as equipes foram posicionadas estrategicamente em estações tubo da região central, ao mesmo tempo em que investigadores acompanhavam a movimentação dos usuários pelas câmeras de monitoramento da Urbs”, falou Laiola.

“Estamos combatendo diversos delitos cometidos no transporte coletivo da nossa cidade, em parceria com as forças policiais. Esta é mais uma demonstração desse trabalho, que também tem atuado para reprimir os fura-catraca, que acabam encarecendo a passagem de ônibus de todos”, salientou o secretário municipal de Defesa Social e Trânsito, Guilherme Rangel.

Prisão – Durante os trabalhos nas estações tubo, um investigador notou a atitude suspeita de um homem na estação Mariano Torres e passou a fazer um acompanhamento velado. Ao embarcar no ônibus da linha Centenário-Campo Comprido, o homem, de 49 anos, aproveitou a aglomeração dos usuários para abrir a bolsa de uma senhora e retirar a carteira que ela carregava. Foi então que o policial notou que o suspeito repassou a carteira furtada para seu comparsa, o de 44 anos. Ambos receberam voz de prisão assim que desembarcaram na estação tubo Eufrásio Correia.

A dupla têm diversas passagens pelo mesmo tipo de crime, além de responder por roubo, receptação, porte ilegal de arma de fogo, porte de substância entorpecente e falsificação de documento público. Em 2008, um deles foi preso em flagrante quando furtou a bolsa de uma vítima dentro de um ônibus.

Em março deste ano, a dupla já havia sido presa quando foram flagrados com inúmeros documentos e cartões de crédito de dezenas de vítimas usuárias do sistema de transporte coletivo da capital. Agora eles seguem custodiados no setor de carceragem temporária (Secat) da DFR, onde permanecem à disposição da Justiça.

Powered by Yahoo! Answers

%d blogueiros gostam disto: