Homem alemão ameaça matar filho de Schumacher e exige mais de R$ 3 milhões

iG São Paulo

Chantagista enviou e-mail à Corinna Schumacher e ameaçou matar os filhos do ex-piloto "de uma maneira ou de outra"

Michael Schumacher e sua esposa, Corinna

Michael Schumacher e sua esposa, Corinna

Foto: Divulgação

Um homem alemão tentou extorquir a família de Michael Schumacher e ameaçou matar o filho mais velho do ex-piloto, Mick, de 17 anos de idade. De acordo com o jornal inglês "The Daily Mail", o decorador identificado como Huseyin B. exigiu cerca de R$ 3,3 milhões da esposa do heptacampeão de Fórmula 1, Corinna.

LEIA TAMBÉM: Filho de Schumacher fala do pai pela primeira vez: "Ele é meu modelo, meu ídolo"

"Se eu não receber o dinheiro antes de 31 de março, seus filhos serão assassinados de uma maneira ou de outra. Na Fórmula 4, há muitos acidentes...", disse o chantagista, em um e-mail enviado à Corinna Schumacher. O homem fez referência à categoria automobilística na qual Mick compete.

Mick Schumacher, filho do heptacampeão de F1

Mick Schumacher, filho do heptacampeão de F1

Foto: Reprodução

Em seguida, as autoridades suíças foram acionadas e uma investigação policial foi aberta para encontrar o alemão. No entanto, segundo informações do tribunal, no próprio e-mail, Huseyin B. enviou seus dados pessoais e de conta bancária, facilitando assim a descoberta do autor das ameaças.

Preso, o chantagista admitiu o crime mas o advogado de defesa disse que apesar de ter planejado, ainda não há explicações para o feito. O homem de 25 anos foi condenado a 21 meses em liberdade condicional e ainda deverá pagar uma multa de cerca de R$ 16 mil. Além disso, terá de cumprir 50 horas de serviços comunitários e participar de terapias.

LEIA TAMBÉM: Revista alemã é condenada a pagar R$ 174 mil à família de Schumacher; confira

O mistério permanece

Recentemente, Sabine Kehm, porta-voz da família de Schumi, disse que o estado de saúdo do ex-piloto é assunto privado e pediu que os fãs ajudassem e respeitassem o direito de manter sigilo absoluto. "Só assim poderemos transformar um evento trágico, que afeta toda a família Schumacher, em algo positivo", explicou a assessora.

LEIA TAMBÉM: Ex-chefão da Fórmula 1 explica o motivo de nunca ter ido visitar Schumacher

Schumacher sofreu um gravíssimo acidente de esqui em dezembro de 2013 nos alpes franceses. Depois de ficar muito tempo internado em coma, ele segue a recuperação em casa, na Suíça, e recebe acompanhamento 24 horas por dia de uma equipe de médicos e fisioterapeutas. Entretanto, ninguém tem acesso ao heptacampeão da Fórmula 1. Na época, o diretor da estação de esqui onde ocorreu o acidente, Christophe Gernignon-Lecomte, chegou a dizer que a lesão sofrida "não era grave".



Comentar

comentários

Tags:, , , , , , , ,

What do you think?

Comments

You must be logged in to post a comment.