BOMBA! STF EM CHAMAS – OPERAÇÃO LAVA JATO ESTÁ CHEGANDO! Joice Hasselmann, VEJA ISSO!






Lava Jato: Fachin abre inquérito contra ministros e parlamentares, diz jornal; veja lista:
O ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Edson Fachin, relator da Operação Lava Jato na corte, determinou a abertura de inquéritos contra nove ministros do governo do presidente Michel Temer, além de 29 senadores e 42 deputados federais.
Os inquéritos foram abertos mediante pedido do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, com base nas delações dos 78 executivos e ex-executivos do grupo Odebrecht. Também serão investigados no Supremo um ministro do Tribunal de Contas da União, três governadores e 24 outros políticos e autoridades que, apesar de não terem direito ao chamado foro privilegiado, estão relacionadas aos fatos narrados pelos colaboradores.
A abertura de inquérito não significa que os investigados respondem por algum crime. Eles só se tornam réus mediante decisão do STF, o que não tem data para acontecer. Segundo o "Estado", os crimes mais frequentes descritos pelos delatores são corrupção passiva, corrupção ativa, lavagem de dinheiro e falsidade ideológica, além de citações a formação de cartel e fraude a licitações.
Como a lista de Janot se transformou em lista de Fachin
Ministro do STF Edson Fachin mandou abrir inquéritos contra deputados, senadores, governadores e outros políticos relatados no documento chamado de Lista de Janot.
Temida por políticos, a "lista de Fachin", que estava sob sigilo até esta terça-feira, finalmente foi liberada pelo relator da Lava-Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Edson Fachin. Segundo o jornal O Estado de S. Paulo, nove ministros, três governadores, 29 senadores, 42 deputados, um ministro do Tribunal de Contas da União e outras 24 pessoas serão investigadas.

A relação decorre da chamada lista de Janot, de responsabilidade do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, que organizou os cerca de 900 depoimentos prestados em regime de delação premiada por 78 executivos da construtora Odebrecht. Com base nos fatos narrados pelos delatores, Janot enviou ao Supremo Tribunal Federal (STF).
No Supremo, o documento se transformou em lista de Fachin, uma vez que as petições foram recebidas pelo relator da Lava-Jato no STF, ministro Edson Fachin. Nesta terça-feira, após quase um mês de análise, ele determinou a abertura de inquérito.

Nos pedidos de inquérito, Fachin avaliou se há indícios suficientes para autorizar as investigações.

A partir da abertura de um inquérito, a Procuradoria-Geral da República começa a investigar formalmente os suspeitos, conduzindo diligências e tomando depoimentos.



Comentar

comentários

Tags:, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

What do you think?

Comments

You must be logged in to post a comment.